Segunda-feira, 25 de Setembro de 2006

revolta

 

não és tu, talvez eu... sim, é possível que tudo isto não passe de fantasmas que zombam em mim, mas que não o deveriam fazer!

Tudo em mim está mal, eu sinto-me mal com tudo, justificando o impossível, desculpando o que não tem perdão possível.

Eu posso provocar isto, ou talvez não. Imponho-me perante situações que penso injustas, em meros e fugazes rasgos rasgos de força e coragem que me assistem.

Sinto-me fraca, revoltada. Sou o que sempre odiei, sou inútil ; choro quando anteriormente me ria, baixo os olhos timidamente, quando anteriormente soltava a minha mais extravagante gargalhada.

Gargalhada oca, efémera, fazia-o em público. Era sociálmente admirada, pela minha determinação e superioridade, mas sempre que me encontrava com a minha alma, chorava, como sempre choro.

Não admitia o meu fracasso, fingia o meu sucesso.

Agora fujo. Nem os meus feitos mais admiráveis e louváveis, merecem a atenção dos demais presentes, apenas a sua repreensão e hostilidade por tardarem.

Não peço o que seria meu por direito, peço únicamente o que sempre me deram, solidão e ignorância.

Cresci, tornei-me mulher, sozinha, porque sempre que procurava respostas, não as obtinha, procurei as perguntas e respostas sozinha.

Agora é tarde demais. Tenho o que construí.

Tenho tudo o que nunca tive. Tenho o meu império! 

 (...)

Tenho a minha inteligência e o orgulho de nunca faltar a quem sempre tudo me deu.

Por isso ignorem-me.

Não entrem no meu território, porque não são bem-vindos; não admito que o usem, estraguem e sujem, o que com tanto esforço construí.

Limitem-se a viver nas redondezas, que foi o que sempre fizeram.

 

FM

I feel: revoltada e melancólica
PROCLAMADO POR FM às 14:53
link do post | opinar | favorito

Last kiss

James Blunt - Goodbye My Lover

o meu interior

Janeiro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

ideias novas

o 1º. dia do resto da min...

A notícia

mais um desabafo....

o pior dia da minha vida....

silêncio...

Amo-te até ao ódio

ha coisas imprevisiveis

TERRIVEL (MENTE ) APAIXON...

Desejo-te

tear

FIM

amo-te

o último beijo...

o ínicio do fim

Quero

palavras

still fighting

My heart is blinded by yo...

one more time

the emptiness that hurts

don't you see?

Eu não sei quem te perdeu

Fear

revolta

'simplesmente por seres q...

só a ti

mudanças...

curiosidade

FIM

saudades...

ideias antigas

Janeiro 2008

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Junho 2007

Abril 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

tags

abre os olhos bebé(7)

eu amo-te!(7)

no tags(2)

13.06.2007(1)

19.05.2004(1)

a notícia(1)

amo-te até ao ódio(1)

dedicado ao tâtâ(1)

desejo(1)

f** com esta merda a k xamam amor(1)

finalmente...!(1)

fodasse(1)

quero-te(1)

tears(1)

yo chelas(1)

todas as tags

favorito

Desejo

Tatuagens estranhas...

história veridica-prof's ...

Gripe da Aves o 1º caso d...

palavras

still fighting

one more time

the emptiness that hurts

don't you see?

Fear

o meu book

cuscar no blog

 
blogs SAPO

subscrever feeds